Aluga-se Para Temporada… Um Livro Sob Medida de Mary Kay Andrews

10 de abril
Destaque / Resenhas

Confesso que os dias de alto-verão não são os meus preferidos. Muito calor, dias abafados, temporais ao final do dia, baixa umidade… Prefiro mil vez o clima de Outono que começa a tomar conta dos nossos dias. Entretanto, não posso deixar de confessar, também, que neste verão realizei algumas leituras super prazeirosas envolvendo exatamente o período mais quente do ano, onde as pessoas buscam as praias, o descanso e, quem sabe, uma nova aventura.

Em Aluga-se para temporada, de Mary Kay Andrews, vivi exatamente uma super aventura de verão com as três amigas Ellis, Julia e Dorie, e com a misteriosa “Madison” que se uni à elas posteriormente.

Book 4

Ellis, uma jovem mulher, que há 11 anos não vive um romance, acaba de ser demitida do emprego em um banco, no qual dava o sangue, e começa a questionar se as escolhas que fez para a vida valeram a pena.

O Diário Secreto de Lizzie Bennet… Uma Adaptação Literária

07 de abril
Destaque / Resenhas

Aproveitando a pausa nos romances de Jane Austen (resenha em breve) e contagiada com as escritoras que escrevem, nos dias de hoje, romances no estilo Austen, me deixei levar pela curiosidade e conhecer a famosa adaptação literária de Orgulho e Preconceito baseada na série The Lizzie Bennet Diaries.

Book 3

Confesso, primeiro, que no começo fiquei receosa. Afinal, tentar adaptar um clássico da literatura de Jane Austen para os dias de hoje, não é uma tarefa muito fácil de se fazer, ainda mais em vídeos e depois em um livro-diário. Segundo, não sabia que a adaptação literária em vlog já era um sucesso na internet desde o ano de 2012, tendo ganho em 2013 o prêmio de melhor mídia interativa/programa interativo original durante o 65th Primetime Creative Arts Emmy Awards. Foi somente através da ampla divulgação do lançamento do livro no Brasil, pela Verus Editora, que tomei conhecimento do canal no Youtube. E, terceiro, fiquei apaixonada pela adaptação!! Impossível era não lembrar das passagens do livro de Jane Austen, assim como das cenas do filme Orgulho e Preconceito com Keira Knightley e Matthew Macfadyen.

No começo tentei conciliar a leitura do livro, O Diário Secreto de Lizzie Bennet, de Bernie Su e Kate Rorick, com o vlog. Entretanto, fui percebendo que assim a leitura não fluía muito e, em alguns momentos, ou avançava demais na leitura ou avançava muito nos vídeos. Então, decidi ler todo o livro para depois ver todos os episódios do vlog. Não me arrependi nenhum pouco desta escolha.

Noites Em Florença… A Trilogia Sobrenatural de Sylvain Reynard

31 de março
Destaque / Resenhas

“Por amor ele vai desafiar todas as regras do mundo e do submundo”.

Book 23

Amante que sou da Trilogia Gabriel, de Sylvain Reynard, não poderia deixar de ler o seu mais novo lançamento Noites em Florença, uma trilogia sobrenatural que se passa em um dos lugares que mais amo neste planeta, Florença, na Itália (um dia volto para lá…); tendo como pano de fundo as obras renascentistas que me encantam por sua riqueza de conteúdo, de história, de detalhes e, principalmente, por seus pintores.

Se Gabriel Emerson já me deixava sem fôlego, não tanto por sua beleza, que é estonteante, mas por sua cultura, inteligência e sabedoria sobre cada precioso detalhe da obra A Divina Comédia, de Dante Alighieri, e o período do Renascimento, em Noites em Florença, Raven e o Príncipe das Sombras me deixam encantada por cada pequeno detalhe misterioso do relacionamento de ambos – o humano e o sobrenatural -, mas também pelas preciosas passagens históricas renascentistas que envolvem o sagrado e o profano, tanto na literatura em geral quanto na literatura bíblica.

Cinderella… Um Conto Para O Final De Semana

27 de março
Destaque / Resenhas

Em que momento deixamos de ser pequenas meninas e passamos a ser princesas? Em que momento deixamos de ser princesas e passamos a ser mulheres? Em que momento deixamos de acreditar na fada-madrinha e nos príncipes encantados e passamos a viver no mundo das verdades?

Foi com estes todos questionamentos que me vi sentada, na tarde de ontem, assistindo no cinema a estréia de Cinderella, que apesar das pequenas modificações da história original para as telinhas, a magia e o encantamento da famosa fada-madrinha e o fascinante sapatinho de cristal, continuam a nos fazer sonhar, como nos tempos de menina, com um conto de fadas que pode um dia acontecer. Uma vez mais nos permitiu ver no olhar das pequenas meninas-princesas um brilho de encantamento e magia.

Nesta nova versão, a história de Cinderella mostra a vida da jovem Ella (Lily James), cujo pai, um comerciante viúvo, casa-se novamente. Seguindo os conselhos de sua mãe para ser sempre gentil e ter coragem, Ella recebe com alegria a madrasta (Cate Blanchett) e suas filhas, Anastasia (Holliday Grainger) e Drisella (Sophie McShera), na casa da família.

Cinderella

Quando seu pai falece inesperadamente, em uma de suas viagens de negócio, Ella se vê à mercê de uma nova família cruel e invejosa. Relegada à posição de empregada, a jovem sempre coberta de cinzas, passa a ser chamada de Cinderella e apesar da crueldade a que fora submetida, Ella está determinada a honrar as palavras de sua falecida mãe: “ter coragem e ser gentil”! Não cederá ao desespero nem aos que a maltratam, principalmente depois de conhecer, na floresta, o jovem Kit (Richard Madden).

Sem saber que se tratava do príncipe e não um mero aprendiz do Palácio, como ele disse, a sorte de Ella está prestes a mudar. Quando anunciam que o Palácio, durante o grande baile, receberá todas as donzelas do reino, Ella alimenta-se de esperança para poder encontrar o encantador Kit novamente. Infelizmente, sua madrasta a proíbe de ir ao baile e, impiedosamente, rasga seu vestido. Mas, como em todo bom conto de fadas, surge ajuda, e uma gentil mendiga (Helena Bonham-Carter) aparece e muda a vida de Ella para sempre.

Captura de Tela 2015-03-27 às 15.02.07

A visão romântica do mundo de antigamente… Uma ótima surpresa!!

By Danny Leal

Os Bridgertons… A New Novel “a la” Jane Austen

24 de março
Destaque / Resenhas

No final do ano aproveitei as férias para ler e reler obras da escritora que mais amo, Jane Austen, mas no meio do caminho, por intermédio da indicação de uma amiga, Carol Pina, dei uma pequena pausa para conhecer o mundo dos Bridgertons, a new novel da escritora Julia Quinn.

Já havia adquirido os quatro primeiros volumes na Bienal do Livro de SP, mas os tinha deixado na lista de espera… Mas quando a Carol me falou que era um super romance “a la” Jane Austen e que ela não conseguia parar de ler… Não resisti a tentação e comecei a ler também.

Que tudo!! Que demais!! Não é a toa que Julia Quinn tornou-se a mais jovem autora a entrar para o Romance Writers of America’s Hall of Fame. Seus romances nos levam a vivenciar uma outra época a nossa, com riqueza de detalhes, com a magia dos romances de Jane Austen e, principalmente, com personagens encantadores e perspicazes que nos levam de fato a querer viver junto com eles os dramas, as alegrias, as aventuras que cada um dos Bridgertons nos oferecem.

Além de viajar literalmente nos bailes, festas, jardins e casarões de outra época, não pude deixar de lembrar de uma série de TV bem recente, Gospel Girl, quando lia as notícias das Crônicas da Sociedade de Lady Whistledown, a coluna semanal que trazia o resumo e as considerações da escritora sobre cada um dos membros da alta-sociedade que estavam presentes nos eventos e bailes da temporada. Detalhe, assim como a Garota do Blog, Lady Whistledown é alguém que todos conhecem, mas ninguém sabe quem é. Fantástico!!

Book 2