Para Sempre Alice… Uma dica para o final de semana

20 de março
Destaque / Resenhas

Em que momento a vida resolve parar? Ou melhor, em que momento da vida nosso organismo, nosso cérebro resolve não mais agir como antes? E, mais… quais os sentimentos e as consequências que esta “parada” nos causa e causa às pessoas a nossa volta?

Foram com estas perguntas que saí do cinema na semana passada quando fui assistir Para Sempre Alice (Still Alice), do recém falecido diretor Richard Glatzer e do seu companheiro, nas telas e na vida real, Wash Westmoreland.

Primeiro, porque assim como Alice sou professora. Segundo, porque qualquer pessoa próxima a nós pode passar por uma situação similar e saber lidar com, pode não ser tão fácil como imaginamos. E terceiro, porque é difícil saber que um dia tudo o que pensamos, as memórias que construímos, os conhecimentos que adquirimos irá se apagar e passaremos a não conhecer nem mesmo aqueles que amamos.

Movie 1


Para Sempre Alice
, filme baseado no romance homônimo de Lisa Genova, conta a história Alice Howland (Julianne Moore, vencedora do Oscar 2015 de Melhor Atriz), uma célebre professora de linguística de Harvard, casada com o Dr. John Howland (Alec Baldwin) e mãe de três filhos: Lydia (Kristen Stewart), Tom (Hunter Parrish) e Anna (Kate Bosworth).

No auge de sua carreira Alice nota que começa a esquecer palavras, lugares, compromissos. A confusão começa a nublar seu pensamento e sua memória começa a falhar. Após exames neurológicos, Alice recebe o diagnóstico: o início precoce da doença de Alzheimer.

Ferozmente independente, Alice luta para manter seu estilo de vida e viver cada momento, mesmo que suas memórias estejam indo embora e a força e a união seja colocada à prova.

Movie 1.

Um filme, a meu ver, que toca o coração e nos leva à profundas reflexões. Imperdível!!

By Danny Leal

Postado por @rtrevimento em 20 mar 2015
Categorias: Destaque, Resenhas

Deixe um comentário