Dia Das Mães… Suas Origens

12 de maio
Destaque / Resenhas

As Três Idades da Mulher, Gustav Klimt, 1905.

Contam que a mais antiga menção a comemoração do Dia das Mães remonta à mitologia da Grécia Antiga. Segundo dados históricos, com a entrada da primavera costumava-se reverenciar Rhea, a Mãe dos Deuses – Deméter, Hades, Hera, Hestia, Pposídion e Zeus -, pelo grande amor que sentia por todos eles e por ser uma deusa relacionada com a fertilidade. Dizem que devido ao seu instinto maternal, Rhea tornou-se um símbolo para todas as mães que assumem um papel de amor incondicional perante seus filhos.

Posteriormente, outra menção histórica do Dia das Mães, dá-se no início do século XVII, mais precisamente quando a Inglaterra passou a dedicar o quarto domingo da Quaresma às mães operárias, o “Mothering Day”. Nesse dia as operárias tiravam o dia de folga para ficarem em casa com suas mães. Nos Estados Unidos as primeiras sugestões para a criação de um dia dedicado às mães deu-se em 1872 pela escritora Júlia Ward Howe, mas foi somente com a luta de Ana Jarvis que a celebração foi oficializada em 26 de Abril de 1910, pelo então governador da Virgínia Ocidental, William E. Glasscock – incorporação no calendário de datas comemorativas do Estado. Rapidamente outros Estados norte-americanos aderiram à comemoração e em 1914, o presidente dos Estados Unidos, Woodrow Wilson, unificou a celebração em todo o país: o Dia Nacional das Mães passou a ser comemorado no segundo domingo de Maio, conforme sugestão da própria Anna Jarvis.

Com o intuito de criar uma data que homenageasse todas as mães, vivas ou já falecidas, Anna Jarvis apesar de ter seu sonho realizado, com o passar do tempo, começou a ver a data como um dia triste, pois a popularidade do feriado fez com que a data se tornasse um dia lucrativo para o comércio e não um dia de fato de recordação, comemoração e homenagem às mães; consequentemente, Anna Jarvis passou o restante de sua vida tentando mostrar às pessoas o verdadeiro reconhecimento e importância do Dia das Mães.

No Brasil o primeiro Dia das Mães foi promovido no dia 12 de Maio de 1918, em Porto Alegre, pela Associação Cristã de Moças; mas é somente em 1932, com o presidente Getúlio Vargas, que se oficializou o segundo domingo do mês de Maio para comemoração da data – sendo incorporado em 1947 pelo calendário oficial da Igreja Católica no Brasil.

Razão de Existir, Cezira Colturato, 20–.

 

Pietá, Michelângelo, 1499 by Danny Leal – Vaticano/ Itália. 2011.

“[…] Deito em teu peito largo/ Guardo todo pranto amargo

Prometo a ti dai virá/ Verás o filho te proteger

Te consolar e recolher/ A flor de sangue de soledad” – Milton Nascimento, Pietá.

Não deixem de apreciar a música de Milton Nascimento e parte do documentário sobre a criação deste álbum fantástico em homenagem às mulheres, às mães. Feliz Todos os Dias das Mães mulheres especiais que fazem parte deste mundo @rtrevido e que exercem a maternidade de diversas formas!!

By Danny Leal

Postado por @rtrevimento em 12 mai 2013
Categorias: Destaque, Resenhas

Deixe um comentário